Meu pet é agitado, e aí?

Pet Agitado

6 dicas de como ensinar para eles que nem todo mundo ama incondicionalmente como a gente

  • Educar desde novinhos
  • Fazê-los entender quem é o líder;
  • Dar comandos repetidos;
  • Reforçar positivamente os acertos; 
  • Não é não. Sem carinho depois;
  • Olhar nos olhos quando repreender.


As visitas chegam e eles já pulam cima, latem, querem brincar a qualquer custo, e a gente fica super desconcertado sem saber o que fazer nessas situações. Eles não têm ideia, nem noção do seu tamanho, nem do sentimento de outras pessoas por eles. 

Temos um amor muito grande por eles e eles pela gente, e essa é a referência que eles têm de amor no mundo. Então, como ensinar pra eles que nem todo mundo ama incondicionalmente como a gente ama? Como dar limite, para que eles não sofram, e que as pessoas também não se sintam invadidas. Tem muita gente que não gosta e nós temos que saber como lidar com isso. 

A dica da Lilu é procurar ter o pet desde pequenininhx, quando você condiciona desde novinhx, facilita a referência que tem de quem obedecer. E preste atenção no modo que você faz isso!

Sempre dê repetidos para que eles entendam o que uma mensagem quer dizer. Não pode cada hora falar uma coisa diferente, ou uma pessoa diferente dar o comando.
Ele precisa entender quem é o lider da matilha, isso é saudável. Seus instintos são de viver em matilha, e como tal, sempre existe um líder. Dentro de casa o cão precisa entender que o líder somos nós, tutores, pais e mães de pets. Precisamos ocupar esse lugar, nos posicionando ganhando a confiança do cãozinho.

A melhor forma de indicar é por reforço positivo. Toda vez que ele fizer algo legal, você precisa dar algo que ele gosta muito como petisco, carinho.  E toda vez que ele fizer algo que não agrade, você precisa dizer não. Não precisa gritar, não precisa bater, dar chinelada, nada disso. É só uma questão de posicionamento. Olhar nos olhos, conversar, e dizer, isso não.
E nada de dar carinho no minuto depois.

E em caso de extrema euforia e inquietude, às vezes a gente não consegue sozinho. Fica difícil para nós, até porque a gente tem toda uma rotina pesada de trabalho e não consegue. Aí você pode chamar a Lilu, que tem em uma rede de parceirxs adestradores, pessoas preparadas e  treinadas, para condicioná-lxs através do reforço positivo no que ele deve e não fazer!

Qualquer coisa entre em contato com a gente com alguma dúvida, que a gente aborda aqui no nosso blog! E se quiser contar uma história pra gente, também nos fale aqui que histórias existem para serem contadas =)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *